valenca-novo-encerramento-de-fronteiras-sera-um-erro-crasso

Notícias

Valença: Novo encerramento de fronteiras será um "erro crasso"

3 min. 17.09.2020

O presidente da Câmara de Valença afirmou esta quinta-feira que voltar a encerrar as fronteiras entre Portugal e Espanha seria um "erro crasso", caso os dois países assim decidissem.

O autarca, que reagia a uma eventual nova limitação à mobilidade entre os dois países, no âmbito da avaliação à evolução da covid-19 que os governos dos dois países vão fazer nos próximos dias, admitiu a implementação de medidas de controlo da pandemia causada pelo novo coronavírus, mas recusou a reposição de fronteiras, no caso de Valença com a cidade galega de Tui.

As duas cidades separadas por apenas 400 metros, servidas por duas pontes sobre o rio Minho e que, em 2012, formalizaram a eurocidade Valença e Tui, lideram o tráfego rodoviário diário entre os dois países com 15.741 veículos.

O presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, admitiu que esse cenário lhe causa "muita apreensão", considerando que o fecho das fronteiras não seja a "solução" para travar o aumento de casos de infeção nos países vizinhos.

A ligação entre a vila portuguesa de Caminha e o município galego de La Guardia é assegurado pelo ‘ferryboat' Santa Rita de Cássia.

Para o presidente da Câmara de Melgaço, concelho ligado a Arbo, na Galiza, por uma travessia internacional, avançar novo encerramento de fronteiras ter´efeitos negativos para os dois países.

A Lusa questionou ainda os presidentes das Câmaras de Vila Nova de Cerveira e Monção, mas ainda não obteve resposta.

De acordo com dados recentes do Observatório Transfronteiriço Espanha-Portugal, dos 60 pontos existentes entre ambos os países, os de Valença-Tui, Cerveira-Tomiño e Monção-Salvaterra do Minho estão entre os seis com maior fluxo de tráfego transfronteiriço, somando, entre as três, mais do 50% do trânsito de veículos".

Na terça-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros português afirmou que vai abordar a evolução da pandemia de covid-19 em Portugal e Espanha com a homóloga espanhola na sexta-feira, destacando o trabalho de forma coordenada entre os dois países.

O ministro dos Negócios Estrangeiros acrescentou que tem havido um trabalho "de forma muito coordenada com as autoridades espanholas".

Questionado sobre a necessidade de uma eventual nova limitação à mobilidade entre os dois países, depois de as autoridades espanholas terem anunciado, na segunda-feira, 27.404 novos casos desde sexta-feira, Augusto Santos Silva sublinhou que as decisões recaem sobre os ministros da Administração Interna de Portugal e do Interior de Espanha.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.878 pessoas dos 65.626 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.