fatima-desmente-despedimentos-mas-trabalhadores-denunciam-ameacas

Notícias

Fátima desmente despedimentos mas trabalhadores denunciam ameaças

1 min. 05.09.2020

Várias foram as notícias nos últimos dias que davam conta de um despedimento coletivo de cerca de 50 trabalhadores em Fátima, no âmbito de um plano de reestruturação do santuário devido à queda abrupta nas receitas causadas pela epidemia de covid-19.

Em declarações à Lusa, porta-voz do Santuário de Fátima, Carmo Rodeia, explicou que até ao momento “nenhum trabalhador foi convidado” a deixar a instituição.

Porém, sabe-se que, até ao momento, 24 trabalhadores já deixaram os seus empregos no santuário. A responsável justifica estas saídas por "motivos de reforma, por não renovações de contrato de trabalho a termo e um terço das mesmas por iniciativa do trabalhador”.

Uma reportagem da TVI dá hoje conta de relatos de trabalhadores que "denunciam clima de ameaças, coação e assédio, sobretudo sobre os mais antigos da casa para os forçar a abandonar o trabalho". 

O mesmo trabalho jornalístico revelou ainda ter tido acesso a um documento no qual vários padres da instituição expõe a gestão empresarial do santuário e denunciam altos ordenados dos dirigentes, até três vezes e meia superior ao habitual.

Apesar do santuário se ter desvinculado das 24 demissões, Carmo Rodeia já assumiu que "o Santuário está recetivo a propostas para a realização de acordos de revogação de contrato, garantindo que aqueles que estejam mais próximos da idade de reforma possam manter o seu atual rendimento até essa data”.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.