avante-mais-de-60-automobilistas-protestaram-em-marcha-lenta

Notícias

Avante!: Mais de 60 automobilistas protestaram em marcha lenta

4 min. 03.09.2020

Mais de 60 automobilistas protestaram, esta quinta-feira, contra a realização da Festa do Avante!, numa marcha lenta em automóvel, na freguesia da Amora, concelho do Seixal, onde decorrerá o evento entre sexta-feira e domingo.

A iniciativa foi organizada pelo movimento “Seixal Sim Covid Não”, constituído por moradores do concelho que se opõem à realização da festa.

Com os quatro piscas ligados, os automóveis saíram do parque de estacionamento do Complexo Desportivo Carla Sacramento às 18:20, tendo a ação de protesto terminado cerca de uma hora depois, junto a uma das entradas da Festa do Avante!.

Face ao barulho das buzinas dos carros, vários moradores dirigiram-se às varandas para apoiar a iniciativa, enquanto outros bateram palmas a partir do passeio.

Em declarações aos jornalistas, Joel Lira, um dos organizadores da marcha, salientou que se trata de “um grito de prevenção” em nome dos que não se sentem seguros com a realização desta edição do certame, que juntará milhares de pessoas.

“Em nome das pessoas que estão preocupadas, e eu estou preocupado, resolvemos por bem fazer esta manifestação automóvel de marcha lenta para que as pessoas possam ver que não estão sozinhas nesta dor”, afirmou.

Joel Lira fez também questão de sublinhar que os organizadores da marcha não estão “filiados em nenhum partido”, acrescentando que o objetivo é “defender a Amora com unhas e dentes”.

O morador adiantou ainda que, tal como outros munícipes, permanecerá em casa durante duas semanas como forma de prevenção.

Ainda assim, disse, "oxalá que corra tudo bem, oxalá que amanhã não venham dizer que foi na Amora que aconteceu este problema".

Questionado sobre se o trabalho deste movimento se esgota na Festa do Avante!, Joel Lira respondeu que “agora é que começou”, optando, porém, por não adiantar mais pormenores.

Uma providência cautelar interposta por um empresário para impedir a Festa do Avante! foi hoje indeferida pelo tribunal, admitindo Carlos Valente avançar com outras ações judiciais, caso ocorra um surto significativo de covid-19 relacionado com o evento, organizado pelo PCP.

Mais de 40 comerciantes da zona envolvente à Quinta da Atalaia, na freguesia de Amora, afirmaram no domingo que vão encerrar os seus estabelecimentos durante a Festa do Avante! por “precaução” e para “mitigar o risco de contágio” pelo novo coronavírus.

Devido à pandemia da covid-19, a 44.ª edição da Festa do Avante! conta este ano com um terço da lotação (33 mil pessoas).

No entanto, na segunda-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou um parecer onde determinou uma lotação máxima de 16.563 pessoas em simultâneo no recinto da festa.

No mesmo dia, o PCP divulgou um Plano de Contingência, onde definiu que este ano o evento só vai ter lugares sentados nos diversos espetáculos, o uso de máscara será obrigatório nos “espaços assinalados” e “nos recintos dos espetáculos não será permitido o consumo de bebidas alcoólicas”.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 863.679 mortos e infetou mais de 26 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.829 pessoas das 59.051 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Tags

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.