caso-do-bebe-sem-rosto-medico-expulso-da-ordem-e-impedido-de-exercer

Notícias

Caso do bebé sem rosto: médico expulso da Ordem e impedido de exercer

1 min. 05.06.2020

O médico obstetra Artur Carvalho, envolvido no caso do bebé de Setúbal que nasceu com malformações no rosto, foi expulso da Ordem dos Médicos ficando assim impedido de exercer em definitivo a atividade profissional.

A informação foi avançada à rádio TSF pelo bastonário Miguel Guimarães depois de o Conselho Disciplinar Regional Sul da Ordem dos Médicos (OM) ter analisado nos últimos meses um conjunto de seis processos disciplinares que envolviam o médico.

Pelo chamado caso do bebé sem rosto, Artur Carvalho foi condenado a cinco anos de suspensão da atividade. Cumulativamente, os restantes processos fizeram com que o médico ficasse enquadrado nos critérios de expulsão da Ordem.

A expulsão é a mais grave das quatro sanções previstas no regulamento disciplinar da OM: Advertência, Censura, Suspensão até ao máximo de 10 anos e Expulsão.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.