a-12-dias-da-reabertura-ainda-nao-ha-regras-fixas-para-a-restauracao

Notícias

A 12 dias da reabertura, ainda não há regras fixas para a restauração

2 min. 06.05.2020

A associação nacional de restaurantes PRO.VAR classificou hoje de "incompreensível" que os empresários da restauração desconheçam o plano das regras de higiene e segurança quando faltam 2 dias, apenas sete dias úteis, para a reabertura do setor, marcada para o dia 18.

A 30 de abril, a PRO.VAR já tinha reclamado que as medidas de segurança para combater a covid-19 deveriam ser testadas “em contexto quase real” antes da reabertura dos restaurantes, que está prevista para o dia 18 de maio, com o objetivo de retificar a tempo qualquer erro.

Hoje, a PRO.VAR alerta que o tempo que resta é “muito curto” para assegurar o funcionamento dos estabelecimentos com as alterações que vão ser exigidas pelo Governo.

Segundo a associação, o Governo está a “ultimar os documentos junto das entidades competentes” para depois serem conhecidas as medidas de orientação e normativas para o setor da restauração, que são da responsabilidade da Direção-Geral da Saúde, Autoridade para as Condições de Trabalho e Autoridade de Segurança Alimentar e Económica,.

“A PRO.VAR apela a todas as entidades envolvidas que sejam céleres na conclusão do processo” e solicita o documento final “antes de se tornar público”, para que possam observar e procurar um último consenso.

No plano de contingência para a retoma do setor da restauração no dia 18 de maio, a associação defende, por exemplo, que os clientes se sentem com distâncias seguras e que desinfetem das mãos à entrada do restaurante.

A medição da temperatura corporal, realização de testes covid-19 aos trabalhadores de 15 em 15 dias e “desinfeção integral” das mesas e cadeiras após os clientes saírem são outras das medidas que a PRO.VAR propôs ao Governo para o setor.

1 / 0
Pub - Ulahlah - 250-1
Auchan 250

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.