distritos-de-braga-e-do-porto-lideram-no-recurso-ao-lay-off

Notícias

Distritos de Braga e do Porto lideram no recurso ao lay-off

1 min. 17.04.2020

Mais de 5% das empresas já recorreram aos apoios do Estado para suspender contratos e reduzir horários de trabalho devido à pandemia, mas há regiões do país onde o peso do recurso ao lay-off simplificado é mais elevado, como o Norte e a região da Madeira.

No distrito de Braga, 8% das empresas já aderiram ao lay-off, e no distrito do Porto a percentagem atinge os 7%, de acordo com cálculos do JN/Dinheiro Vivo, hoje divulgados e que têm por base os dados divulgados ontem pelo Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério do Trabalho e os dados do INE sobre a distribuição nacional das empresas.

Segundo o balanço do Governo, até à última terça-feira, já 69 581 empresas tinham recorrido ao lay-off, num número que entretanto continuou a subir. À partida, têm um peso relativamente baixo no todo nacional, de apenas 5%, mas que se torna muito mais expressivo quando se tem em conta o número de funcionários que empregam: mais de 938 mil, ou seja, mais de um quinto dos trabalhadores por conta de outrem.

Lisboa, Porto e Braga são também os distritos com maior número de trabalhadores independentes afetados pela pandemia. Dos mais de 145 mil que pediram apoio, perto de metade eram residentes nestes três distritos.

1 / 0
Auchan 250
Pub - Ulahlah - 250-1

Diário

famatv-logo

Tudo sobre Famalicão no seu e-mail

Subscreva a nossa newsletter
e acompanhe a atualidade famalicense.